Crianças brasileiras estão entre as mais gordinhas do mundo

Crianças brasileiras estão entre as mais gordinhas do mundo

Crianças brasileiras estão entre as mais gordinhas do mundo

Comentários fechados em Crianças brasileiras estão entre as mais gordinhas do mundo

Uma pesquisa internacional alerta: as crianças brasileiras estão entre as mais gordinhas do mundo. As crianças estão se mexendo pouco, é preciso brincar e andar mais. E até dormir mais e ir mais cedo para a cama. O incentivo para isso tem que vir dos adultos, pais, tios, professores.

Em 12 países do mundo, incluindo o Brasil, seis mil crianças usaram um aparelhinho, o acelerômetro. Ele registra passos, movimentos, tempo sentado e até de sono. Todas essas informações e outras, como o peso das crianças, foram analisadas pelos pesquisadores. “A gente consegue ter uma ideia desse bloco de tempo analisados, quantos passos eles conseguiram somar”, explica um pesquisador.

O Brasil não ficou nada bem nessa foto. As crianças brasileiras estão se mexendo pouco, até dormindo menos do que deveriam e, por isso, estão ficando gordinhas demais.

O ideal são, no mínimo, 12 mil passos por dia, mas oito em cada 10 crianças não cumprem essa meta.

“A criança tem que ter o espaço, tem que ter a liberdade e tem que ter a motivação e a oportunidade de brincar. Isso é o natural da criança. Se a criança tiver a liberdade e tiver o espaço, ela vai brincar”, diz o professor de Educação Física, Luis Carlos de Oliveira.

Os brasileiros pesquisados tinham de 9 a 11 anos, e 45% estavam acima do peso. Ficaram em segundo lugar em obesidade, só perdendo para os meninos chineses e as meninas americanas.

E para todo o mundo o estudo deu um alerta: as crianças do século 21 estão passando tempo demais sentadas, uma média de 8h por dia.

“Esse tempo sentado está explicando a falta de atividade física, roubar tempo de atividade física e, com isso, explica bastante a obesidade que essas crianças apresentam hoje em dia. Por isso eu volto a insistir, tire o bumbum da cadeira dos seus filhos, eles têm que agitar”, adverte Timóteo Araújo [CREF 006432-G/SP], coordenador da pesquisa. (…)

(Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/09/criancas-brasileiras-estao-entre-mais-gordinhas-do-mundo.html)

(Imagem: https://www.flickr.com/photos/37780455@N03/3553386780)

Back to Top